Preservação da Fertilidade

O tratamento de preservação da fertilidade pode oferecer a possibilidade de preservar a fertilidade feminina e masculina. As diferentes maneiras de preservar a fertilidade incluem: congelamento de óvulos, congelamento de embriões, congelamento de sêmen e congelamento de tecido ovariano.

 

Quando devo considerar a Preservação da Fertilidade?

 

As técnicas de preservação da fertilidade podem ser uma opção se, por motivos sociais, pessoais ou profissionais, você decidir adiar a maternidade ou a paternidade.

É indicado para pacientes que estão prestes a iniciar o tratamento do câncer, pois alguns tipos de tratamento podem causar um impacto na fertilidade feminina ou masculina. Os efeitos podem ser temporários ou permanentes. A fertilidade pode ser afetada por tratamentos do câncer, como:

  • Cirurgia de remoção dos testículos, útero ou ovários;

  • Quimioterapia;

  • Radiação;

  • Outras medicações.

 

Opções e tratamentos para a Preservação da Fertilidade na Rede GEARE:

Congelamento de Óvulos

O congelamento de óvulos é um método em que os óvulos da mulher são colocados em nitrogênio líquido, onde são congelados e armazenados numa temperatura de 196ºC negativos, para preservar a sua fertilidade.

O congelamento é possível em qualquer idade, se houver óvulos em quantidade e qualidade. Porém, quanto mais jovem for a mulher, melhor será a qualidade dos óvulos coletados e maiores as chances de uma gravidez no futuro. 

Indica-se que o tratamento seja realizado até os 35 anos, já que os óvulos envelhecem e enfraquecem.

 

Congelamento de Sêmen

Congelamento de Sêmen é o processo de coletar e congelar o sêmen em nitrogênio líquido. É um meio de conservar os gametas masculinos, a fim de utilizá-los posteriormente. Algumas das indicações seriam: Postergar a paternidade, o início de tratamento oncológico, prévio à vasectomia ou prévio a cirurgias de testículo.

O esperma pode permanecer preservado por décadas, mantendo sua integridade, para quando você estiver pronto para começar a sua família.

 

Congelamento de Embrião

Congelamento de embrião é o procedimento realizado quando existem embriões excedentes e de boa qualidade após uma tentativa de Fertilização In Vitro. Os embriões passam por um processo inicial de desidratação. Depois são congelados lentamente por vitrificação, até alcançarem 196°C negativos em nitrogênio líquido.

 

Congelamento de Tecido Ovariano

Congelamento de tecido ovariano é uma técnica que envolve o congelamento de tecido do córtex ovariano. Esse tecido contém folículos, cada um com um óvulo imaturo. É indicado para pacientes que, após o diagnóstico do câncer, não possuem tempo suficiente para congelamento de óvulos/embriões, ou possuem contraindicação para receberem estimulação ovariana com hormônios.